Empregabilidade e Carreira

Empregabilidade é um termo muito utilizado atualmente, vem do inglês Employabilitye significa:


“Conjunto de conhecimentos, habilidades e comportamentos que tornam o profissional importante para qualquer empresa.”,


Ou seja, suas qualidades pessoais e profissionais devem ser interessantes para o mercado de trabalho. Atentando para fato de que a empregabilidade é composta por comportamentos e habilidades pessoais, como podemos ir em sua busca sem considerarmos e refletirmos a cerca destes assuntos?


É preciso um processo de autoconhecimento e reconhecimento de seus interesses genuínos. Este, está sempre em construção e deve ser pensado a longo prazo, como um compêndio de carreira.


Quanto ao que se refere aos conhecimentos e habilidades profissionais, na hora de escolher um curso, uma pós graduação, muitos profissionais são acometidos pelo dilema entre fazer algo pelo qual tem real interesse ou algo para atender a uma demanda específica do mercado de trabalho, uma formação mais longa porem mais prazerosa ou a uma necessidade imediata de carreira?


A empregabilidade remete ao indivíduo seu protagonismo na gestão do seu desenvolvimento, sua competitividade e sua carreira.


Em contra partida, como uma empresa vai reconhecer, identificar tais características neste profissional? Podemos começar citando os processos seletivos, cada vez mais elaborados e complexos, trazendo perguntas diretas para a avaliação das competências, estudos de casos e baterias de testes psicológicos e comportamentais, mas não podemos esquecer que o histórico do profissional e a imagem transmitida por ele tem um peso muito importante nesta tomada de decisão.


Contudo, estar atuante no mercado de trabalho não basta mais para o profissional da atualidade. Os que estão no mercado de trabalho hoje ou estão ingressando nele são os filhos dos baby Boomers, filhos de uma geração que sacrificou a vida pessoal em prol da estabilidade financeira.


Hoje, estes profissionais tem um conflito importante a resolver, o desejo da estabilidade financeira versus a realização pessoal e profissional.


Este é um conflito vivido por muitos profissionais, pois ainda hoje, escolhemos e direcionamos nossas carreiras em função de status e resultados financeiros e esquecemos que é preciso equilibrar esta decisão com a busca pela realização de seus interesses enquanto aptidões e competências.


Segundo Cortella, 2013:

“Todas as vezes que aquilo que você faz não permite que você se reconheça, seu trabalho se torna estranho a você”.

Quer pensar mais e melhor sobre sua empregabilidade e carreira?

Entre em contato: contato@selo.net.br

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle